Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OH POR FAVOR… Não, não leiam em jeito de pedido de atenção/ajuda, mas sim com a entoação de quem já não aguenta o que está a ver/ouvir.


Desejo a todos os meus loucos lindos leitores:

2017.jpg

E porque por algum motivo os clichés existem (assim como os guichés e os pechichés) espero que 2017 vos traga ou mantenha com:

 

Muita Saúde, Amor e (não me venham com tretas) muito Dinheirinho do bom!

 

Feliz Ano Novo!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

30
Dez16

Passagem de Ano...

por Maria

Gosto mesmo da Passagem de Ano! Desde sempre.

 

1º Porque passava com as minhas irmãs e eram sempre noites super divertidas;

 

Depois, quando tive autorização para passar com os meus amigos, tornou-se no momento alto do ano, só superado pelo meu aniversário.

 

Hoje, gosto da ilusão, que me permito continuar a ter, de que o que é mau fica no ano que finda e a partir das 00h há todo um novo mundo a ser descoberto.

 

Sei, porque não tenho a doce inocência da infância, que não passa de uma ilusão mas não tenho porque/não quero e espero nunca querer deixar de ver essa noite desta forma.

 

Não tenho a presunção de fazer resoluções de ano novo.

Conheço-me o suficiente para saber que não faço nada por o ter planeado ou decidido de forma antecipada e com data marcada.

 

Hei-de ir para o ginásio num qualquer dia, que pode ou não chegar, em que me levante e decida quase de forma inconsciente inscrever-me.

Também não será por ser ano novo que vou fazer dieta, ou fazer voluntariado, ou deixar de ser uma bestinha irritante só porque tenho de ser uma melhor pessoa.

 

Estas coisas acontecerão no dia, se um dia, tiverem de acontecer.

 

Não tenho, assim sendo, planos para 2017!

Mas sei que estou desejosa da meia-noite de dia 31!

 

PS – Até porque os 40 chegam em 2017 e vão ser de arromba!

Autoria e outros dados (tags, etc)

ug2_cute_minion_quotes.jpg

PS - troco o chocolate por uma chamuça!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estamos em época de balanços e quanto a 2016:

 

Bom, mais um ano em que não fiz nada de jeito, movi-me por inércia;

Não ajudei o próximo (nem o seguinte);

Não fui mais nem menos do que em anos anteriores;

 

Mas criei um blog que estou a adorar ter!

Reencontrei as minhas 1ªs colegas de trabalho depois de 20 anos.

Levei a minha mãe de 85 anos à concentração de Faro…

 

Pelo menos por estes 3 motivos, foi um bom ano!

 

Não gosto de balanços que me mostram o quão preguiçosa sou!

Cansam-me...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez16

(continuação do post de ontem)

 

Passado o jantar (que nesta casa se quer rápido já que todos sem excepção viramos crianças e queremos correr para as prendas) ao qual sobrevivi e consegui finalmente comer na totalidade (a S’pé Sobrinha ainda tentou retomar a tradição mas teve azar… não gosta de vinagre e afoguei o jantar com o dito) inicia-se o regabofe das prendas.

 

Este ano, apesar de sermos menos creio que nos atrasámos e a 1ª prenda deve ter sido aberta lá para as 21h30…

 

O que quero realmente partilhar convosco, o que realmente saiu de mais parvo no Natal mais parvo de sempre foram as frases ou pequenos diálogos que abaixo transcrevo e que fora de contexto são do mais Natalício possível:

 

Mana Nova: “é normal que não tenham querido vir, afinal o nosso Natal não é propriamente normal!”

Estava dado o mote!

 

Cunhado: “a tua irmã estava a ver o programa, fica com aquele ar muito sério e assustei-me logo… diz ela… ah coitadinho, mascararam o burro de rena… “

Era uma Rena…

 

Entre jantar e prendas discutiram-se temas tão sérios como a ordenha da soja ou de qualquer vegetal que dê leite.

Falou-se ainda de lavar a parte de trás de azulejos…

 

Enviei um sms a desejar um Pau Natal à minha melhor amiga, não que não lho deseje, mas a porra do descorretor ortográfico é que abadalhocou o que se queria sério…

 

Passo no corredor e oiço o meu mai’ velho a dizer à esposa, a B: "Vai-te lavar para pegares nela"

(supostamente lavar as mãos para pegar na mini Maria)

 

Mais frases soltas:

 

“Temos agrafes pastor alemão, mordem e tudo”

“Madeira a dar cum pau” - Antes isso que ferro a levar com metal!

“Já pus gasolina na Picha” – localidade, ok?

 

Eu para B: “ Estás a catar a manta”

B: “Não estou só a perceber como é a coisa por dentro”

 

Mana nova para cunhado: “Não havias de estar à nora, estás sentado ao lado da tua”…

 

Eu: “Mandei 2 a cacarejar”

 

Palavras começadas por J: o Jolhos, o Jóvidos, a Jorelhas..

 

Conversas ao telefone com o I e a mini R:

 

“O quê? Não estou a perceber nada! Estou rouco, não te percebo”

“É bom, não arranha a garganta e escorrega bem!”

“Não bebes bebidas com gás mas depois comes grão”

 

E é isto.

Queriam que eu fosse normal?

 

Não era a mesma coisa  

Autoria e outros dados (tags, etc)

27
Dez16

Pelo meu grau de parvoíce, não vos será com certeza difícil perceber que a mesma reina na família Maria!

Desta forma, não poderiam seguramente acreditar que o Natal seria passado de outra forma que não… Parva!

 

Para já um pequeno enquadramento:

 

Sou a mais nova de 5 irmãs.

Fui claramente um acidente já que a mais crescida (mana nova) tem mais 21 anos que eu, as gémeas mais 13 e a outra mais 11!

 

Desta feita, e mantendo os genes de coelhos, as minhas irmãs transformaram-me na orgulhosa proprietária de 10 bebés da tia.

Os meus meninos pequeninos têm idades compreendidas entre os 38 e os 13 anos…

 

Por sua vez, estes desgraçados fizeram de mim tia avó…

 

O Natal não junta toda a família.

Somos muitos, alguns estão fora, outros têm as suas próprias famílias e a minha mãe recusa-se a sair de casa nesta época (já nem insistimos).

 

Passo então, desde há anos, a consoada com a mana nova. Entre os nossos coelhos e os da parte do meu cunhado chegámos a ser uns 20…

Caos instalado!

 

Este ano o grupo ficou reduzido a metade.

Vieram as papa-sobrinhos (as desgraçadas que enfeitiçaram e violaram os meus bebés) e levaram-nos de mim para as suas próprias famílias (grrrr).

 

Era tradição que o meu lugar à mesa fosse entre o Tomás (eu sou a Ivone dele) e o I.

 

Estas 2 pestes garantiam que eu não comia nada ao jantar já que tudo o que era espinhas vinha parar ao meu prato e tudo o que fosse ovo e batata era roubado do meu prato!

Isto entre outras tropelias que passavam por me darem sapatadas na mão quando levava o garfo à boca, encherem-me o copo com sabe-se lá o quê, ...

 

A minha mana passou a cozer mais uns quantos ovos para que fosse possível comer pelo menos 1 completo.

 

Este ano, sabendo de antemão que não ia ter os meus rufias à mesa, a minha B decidiu presentear-me com o que abaixo mostro…

 

Uma árvore de Natal feita de ovos cozidos!

 

Não são lindos?

(continua amanhã)

 

ovos.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

26
Dez16

Hoje não ia escrever.

 

Apesar de ser dia de trabalho, ainda estou a recuperar de um Natal de gente louca e ia só organizar uns textos para o resto da semana.

 

Mas depois, sem dó nem piedade, lá abre o noticiário com a noticia de que o George Michael tinha ido embora.

 

Começou o ano com o Bowie que oiço desde pequena e cujos novos telediscos (sim, telediscos) aguardava ansiosamente;

 

O Prince que, não gostando particularmente da maioria da musicas, tiro o chapéu ao gênio;

 

O Sr. Cohen que aprendi a gostar já em crescida e que marca uma época muito particular da minha vida;

 

E agora...

 

O George e os Wham foram claramente o 1º cantor/1ª banda que descobri sózinha e fui eu a passar às minhas irmãs.

Tudo o resto até então herdava delas...

 

Em nossa casa era conhecido como o Flanzinho e foi assim que hoje dei a notícia à mãe Maria...

Segundo ela os Modern Talking eram os Molotov e o GM o pudim Flan...

 

Toda a família gostava de os ouvir.

Ainda gosto e ainda oiço de forma regular.

Ainda hoje "discuto" com a minha BF que ele não era gay na altura...

 

53 anos?... Sem palavras

Estou realmente triste.

 

É bom que 2016 acabe rápido senão ainda ficamos sem música.

 

Careless Whisper

Autoria e outros dados (tags, etc)

... os seus queridos e preciosos leitores:

 

- os que foram obrigados;

- os que subscreveram por livre e espontânea vontade (tótós);

- aqueles que vêm ao engano...

 

Em suma, toda esta gente bonita e insana como eu um FELIZ FELIZ NATAL! Que seja muito QUENTINHO!!

 

E abaixo um mimo

 

Carpool Christmas Karaoke

(já sabem que sou fã dos Carpool Karaoke)

Autoria e outros dados (tags, etc)

22
Dez16

Eu não tenho Facebook!

 

Agora que já captei a vossa atenção e que tenho a certeza que ficaram muito mais curiosos sobre que espécie de criatura eu sou... vou dizer novamente:

 

Eu não tenho Facebook!

 

O mais próximo que tenho, e ainda assim em regime de semi-anonimato é o meu querido BLOG.

Apesar de recém-nascido já nutro por ele um carinho fantástico!

 

Gosto de manter a minha privacidade;

Gosto de partilhar algumas coisas com algumas pessoas.

Não as mesmas coisas com todas as mesmas pessoas.

 

Compreendo que para se encontrar aquela colega de quem não sabemos há anos, ou para aproximar familias que vivem longe tenha as suas vantagens.

 

O que também pode ser uma desvantagem.

 

Das coisas que me fazem confusão neste tipo de rede é o facto das pessoas terem deixado de falar sobre os acontecimentos.

 

Quaisquer acontecimentos.

 

Desde o almoço de familia, ao fim de semana fantástico, à noticia bombástica da última semana.

 

Agora posta-se uma foto no fb e um almoço recheado vira um rápido diálogo:

 

"este fds almocei num restaurante fantástico"

"ah! eu vi no face"

"Puf ... fim de conversa. Over and out"

 

Pior, chegamos a estar à mesa e pessoa A, B e C comentam no face a última foto publicada.

Deixámos de falar em voz alta!

 

Então e explicar os cheiros, os sabores... ou aquela sensação de friozinho na barriga que sentimos quando antecipamos algo mesmo bom?

 

Perdeu-se. É o que eu acho.

 

support.gif

(imagem NET - créditos na própria imagem)

 

PS - Ah, mas é bom porque te lembra dos aniversários dos teus amigos... As agendas também!

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

21
Dez16

É oficial

por Maria

O Inv(f)erno começa hoje!...

 

O que me fez levantar da cama?

Saber que a partir de hoje os dias começam a crescer!

 

E pronto, nem tudo é mau!...

 

beach.jpg

(imagem net)

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D