Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OH POR FAVOR… Não, não leiam em jeito de pedido de atenção/ajuda, mas sim com a entoação de quem já não aguenta o que está a ver/ouvir.


20
Jan17

Eu confesso...

por Maria

Por vezes faço uso da minha condição de Senhora-Gaja-com-cabelo-amarelo, no trânsito!

 

Não é por nada, mas gosto de deixar os outros felizes.

 

Não raras vezes, se preciso que alguém me ceda passagem, faço um olhar de menina inocente,  com um sorrisinho ingénuo e agradeço de forma antecipada ao condutor que esteja no meu caminho!

 

Funciona 95% das vezes (das outras 5% vão acompanhados)

 

Isto acontece porque nem chegam a ter tempo de ver que tenho cara de torresmo e lá deixam a menina passar!

Mando beijinhos e faço adeus.

 

Eles ficam a sorrir e eu também... mas já na faixa que me convém...

 

Shame on me... Eu sei.

 

E vós, tendes algo a confessar? Vá lá, eu sei que sim...

 

PS- E sim, agradeço sempre, porque posso ser parva mas sou também muito civilizada e bem educada!

 

drive.png

(imagem net, qualquer semelhança com a realidade é pura coincidencia. O meu carro é cinza e não descapotável)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Padeci 3 dias e meio de obras em casa nesta última semana.

 

O resultado final, embora fantástico, parece a dada altura um destino longínquo, daqueles de vida de sonho que só se vive em novelas da Globo ou em canais de TV que nos dão inveja da profissão dos apresentadores.

 

Decidi “forrar” as paredes do quarto e sala, que dão para o exterior, com Pladur por forma a proteger do frio, da humidade e (descobri agora) do ruido da rua.

 

A ideia foi boa e o resultado foi melhor que o esperado. O problema foi mesmo a tentativa de fazer o que quer que seja numa casa pouco maior que uma caixa de fósforos (das pequenas).

 

Tudo o que se passou nestes dias foi uma versão adulterada do Tetris.

 

Bastava desviar um móvel mais de esguelha que lá se ia a jogada toda e tinha de recomeçar do 0. Problema… o número de vidas estava limitado à quantidade de nódoas negras “cabíveis” no meu corpinho/ às dores nos braços causadas por tamanha demanda.

 

Como sou uma moça precavida e tenho uma pequena por quem zelar (Mãe Maria), fizemos contas por alto aos dias que íamos ficar sem acesso a roupeiros e preparámos uma mala de viagem para ter tudo à mão!

Roupa para vestir, de banho, loiças etc.

 

Tudo a postos para começar a obra.

 

E foram dias de pó, suor e lágrimas!

 

No decorrer das mesmas dizia o meu “empreiteiro” preferido (querido cunhado que tão bem trabalhas)

“Na próxima obra podíamos fazer….”

 

O QUÊ??

 

Tá louco, ainda não tinha acabado esta já falava de mais obras????

 

Arre que é mais louco do que eu pensava!

 

A boa notícia chega. “Pronto está tudo feito”.

 

O Caraças!!

O pó branco gerado com uma mini obrinha destas seria o suficiente para os narcotraficantes da Colômbia ficarem de pé atrás com a concorrência!

 

Horas de limpeza, lavagem, desmontar o Tetris, lavar-secar-arrumar roupas, deram-me cabo dos joelhinhos (sim, que chão bem lavadinho é de rótulas no chão) e dos dedinhos!

 

E penso, bom de certeza que pelo menos perdi peso. NOT!!

 

Mas por certo o que aumentei foi por conversão da gordura em massa muscular…

 

clean.jpg

(imagem net)

Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Jan17

Quando me meti nisto dos blogs, achei que iria "apenas" divertir-me a dizer baboseiras em barda e que apenas meia-dúzia de pessoas devidamente obrigadas me iriam ler!

 

3 meses depois estou a ter o 2º convite para participar em blog alheio.

Isto só prova que há gente mais demente que eu.

 

A querida Mula desafiou-me a “d”escrever uma história sobre uma música e como parva que sou assim o fiz, de forma parva...

 

Espero não denegrir a imagem desta fofinha!

 

Ora botai o bedelho aqui para verdes o que saiu!

 

Mula… muito, muito obrigada pelo convite! Muito obrigada mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

É verdade,

 

Depois de meses a resolver-me,

De meses de mais-ou-menos-dieta,

De amostras de exercicio fisico;

De tratamentos corporais...

 

Tudo se resolveu em 2 frases trocadas com a Mãe Maria:

 

Maria: Ah, gosto tanto desta colcha, é tão velhinha!

Mãe Maria: Essa é, tem a tua idade...

 

E assim deixo de estar na meia-idade e passo diretamente a velhinha!

 

FIM

 

old.jpg

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sim... Toda a gente já viu e reviu este video.

Mas confessem lá, há quanto tempo não o espreitam?...

 

Nada melhor para uma 2ª feira de manhã, espero que anime o vosso dia!

 

Silence...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

13
Jan17

Pedido à população condutora em geral.

 

Senhores portadores de veículos motorizados de 4 ou mais rodas:

 

Os vossos bólides trazem de origem um conjunto de mecanismos cuja correta utilização, aparentemente, escapa ao comum dos mortais.

 

Vou tentar de forma rápida e sucinta dar-vos algumas luzes sobre o tema:

 

1 – Pior do que não fazer pisca, é fazê-lo de forma errada!

Se abrem o pisca para a esquerda, vá-se lá saber por que motivo, quem está convosco na estrada vai assumir que (pasme-se) vão virar à esquerda.

Se virarem à direita provavelmente padecem de um grave caso de dislexia! Escola de Condução ou Sr. Dr. é aconselhável nestes casos.   

 

1.1 – A entrada numa rotunda (nem falando da circulação das mesmas) pressupõe o ligar do pisca à esquerda mudando para a direita antes de sair da mesma, para alertar quem venha atrás que vão sair antes de o terem feito!

 

1.2 - Se estão à procura de lugar para estacionar, ou se no decorrer do percurso tiverem de mudar de direção, repitam comigo:

 

 “1º abro pisca como alerta, depois ponho pé no travão”, outra vez...  

“1º abro pisca como alerta, depois ponho pé no travão”

 

Se não abrem sinal e numa recta travam repentinamente para virar, a probabilidade do condutor que vem atrás ficar com os dentes cravados no volante, é grande!

 

E agora um tema ainda mais sério:

 

Criaturas… o farol de nevoeiro traseiro pode e deve ser usado quando as condições atmosféricas assim o exigem.

 

No entanto (pasme-se novamente) aquela porra tanto dá para ligar como para desligar!

 

Ora está muito correto que usem para serem vistos, mas apenas quando não o são de outra forma!!

 

Se estão numa fila de trânsito de 2 km, posso garantir que o condutor do carro que está a 20cm do vosso vos consegue ver mesmo com as luzes apagadas!

 

Vamos evitar queimar os olhinhos de quem vem atrás, OK?

 

Comecem a perceber que não estão sózinhos na estrada.

 

Lembrem-se que estão a conduzir uma máquina e que nessa altura devem apenas conduzir a máquina.

Prestem a porra de atenção àquilo que estão a fazer e deixem o pensar na morte da bezerra para outra altura!

 

 

Arre!

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Jan17

A Mó

por Maria

A Mó é o local onde a família cigana* passa, de tempos a tempos, um fim-de-semana longe de tudo e de todos!

 

Estamos (praticamente) isolados logo podemos fazer o que bem entendemos, sabendo que  What happens in Mó stays in Mó.

 

Não fazendo nada de ilegal (bom, às vezes algum ruído após a meia-noite) a ideia destas escapadelas é relaxar.

Não, desligar!

 

Não há horários, nem para acordar nem para comer.

Há comida e bebida (com fartura) no frigorífico logo, quem tiver fome que se amanhe!

 

Vamos para lá sempre à noite e, durante a viagem vamos dizendo: "Desta vez chegamos, comemos qualquer coisa mas deitamo-nos cedo, estamos cansados da semana de trabalho e assim amanhã aproveitamos o dia..."

Já preparados para ter apenas 2 dedos de conversa antes de nos recolhermos, aparece alguém de pijama (com carrinhos ou ursinhos) e desata a dançar! Pimba, tá dado o mote!

 

O dia vai nascendo, uns estão se a deitar e começam outros a acordar.

 

Banhinhos e pequenos-almoços tomados, enquanto uns se esponjam ao sol a recuperar de algum excesso da noite anterior (como se os houvesse) outros vão à vila tomar café! (1.6km ir e vir conta como exercicio fisico)

 

E tudo se passa numa denguice própria do campo.

Passeia-se o Sebastião, come-se frutinha apanhada das árvores, bebe-se água da fonte. (não, não se lava a fruta)

 

Passamos pelas úbelhas, e é sabido... toda a gente pára para cantar "A Ovelha Xoné".

Braços no ar e o nosso público pára de pastar para olhar para nós, e continuam a remoer...

Cantamos à ida e no regresso.

 

Fazemos planos para o almoço, garantimos que temos a lista completa para ir à cidade às compras.

Por norma o almoço sai às 16h30/17h… Vem muito a tempo!

 

Uns nas compras, outros na churrasqueira, alguém de volta das saladas, da loiça, e eu de volta do baygon… tudo funciona numa estranha harmonia…

 

Logo logo a malta começa a reagir e começa a loucura!!!!

 

Na Mó já aconteceram guerras de balões de àgua, há danças no quintal porque a música esta sempre ON.

Fazem-se pinos e rodas.

 

Canta-se no Sing Star e joga-se Party & Cª

 

Há banhos de mangueira e até de piscina…

 

Insuflável…

 

De criança…

 

Onde chegam a caber 8 adultos!!!

 

Ri-se todo o dia e toda a noite. E dorme-se quando se quer.

Ninguém é questionado!

 

E queremos sempre voltar!

 

Mo.JPG

(Foto by paizinho - minions by net)

Na foto falta: o Paizinho que depois da foto também lá entrou;

A Mãezinha que estava a sofrer os efeitos de Licordose (Overdose de Beirão)

 

*o meu grupo de amigos que para onde vai um... vão todos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

É verdade, tenho quase 40 anos mas há coisas que continuam a deliciar-me como se eu tivesse 4...

Como pessoa insana que sou, não tenho problema nenhum em admiti-lo

 

Eu sou fã do Melhor Espectáculo do Mundo, e não... não é Circo!

 

Espero que gostem ...

 

Chanãããããã

 

PS - linkado do Youtube, a melhor versão Da Bohemian Rhapsody não cantada pelos Queen!

Autoria e outros dados (tags, etc)

10
Jan17

Cá em casa gostamos bastante de ver os resumos diários do Dakar.

 

Como nos deitamos com as galinhas e o resumo passa na Eurosport ás 22h da madrugada, vemos sempre com um dia de atraso.

 

Este delay faz com que possamos aproveitar uma das maiores invenções de todos os tempos:

 

O Fast Forward! É maravilhoso não ter de estar a levar com anúncios nem com palha...

 

Eu: Mã posso passar esta parte à frente?

Mãe Maria: Já deu tudo das motas?

Eu: Já

Mãe Maria: Mas ainda não deu o 309!

 

O 309 é o número do Peugeot do Sebastien Loeb.

A senhora minha mãe não consegue dizer o nome dele, mas vejam lá se pelas fotos percebem porque o quer ver?...

 

seb.jpg

309.jpg

 (imagens net)

Nham, nham... Os anos de WRC que andei a perder

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Jan17

Teorias... #6

por Maria

Eu tenho uma teoria! (sim, já sabemos que são várias)

 

Que a  Indústria Farmacêutica conspira já não é novidade para ninguém...

 

A minha teoria prende-se com o facto de, qualquer que seja o laboratório, independentemente do tipo de comprimido, xarope, supositório ou outro medicamento que estejamos a adquirir, este vai fazer com que tenhamos  de comprar adicionalmente um ansiolítico.

 

Sim mais cedo ou mais tarde vamos estar a arrancar cabelos e a querer esfaquear alguém cenas!!

 

Digam-me lá se isto não vos é familiar:

 

Abrimos a caixa sempre pelo lado onde está a bula, muito bem enroladinha;

(Vira a caixa para tirar o blister!)

 

Quando queremos tirar a bula, abrimos a caixa pelo lado contrário;

(Vira a caixa para tirar a bula)

 

Abrimos a bula e lemos o que for possivel, tendo em conta o tamanho de letra;

(Ainda bem que os idosos não precisam de muitos medicamentos...)

 

Dobramos a bula e nunca, nunca, NUNCA MAIS vai caber na caixa!

 

Bela forma de conseguir vendas adicionais!

 

pill.jpg

(imagem net)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D