Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OH POR FAVOR… Não, não leiam em jeito de pedido de atenção/ajuda, mas sim com a entoação de quem já não aguenta o que está a ver/ouvir.

Usei óculos durante 34 anos.

 

Apesar da hipermetropia (oposto da miopia) ter sido diagnosticada antes dos 6 anos, na altura o médico achou por bem que apenas começasse a usar óculos quando entrasse na primária.

 

Numa altura em que não havia grande escolha de armações - até porque não se tratava de um adereço de moda – nem a oferta de tratamento nas lentes que hoje damos como adquiridos, lá iniciei a minha vida com uns verdadeiros fundos de garrafa, pesadíssimos e horrorosos.

 

Poucas eram as crianças que os usavam e obviamente quem usava era gozado até mais não.

 

Hoje chamar-se-ia bullying, na altura servia para enrijecer!

 

Aqui a caixa-de-óculos, quatro-olhos, rodinhas… passou por várias fases nisto da vesguice.

 

Ainda com 7/8 anos tive de fazer uns tratamentos tortuosos, uma espécie de fisioterapia para evitar um possível estrabismo. Em pleno Verão, com um calor de morrer, lá vinha a minha mãe para Lisboa comigo. Esqueçam tudo o que sabem sobre transportes públicos.

 

Aquilo que hoje faço em 45 minutos de transportes era coisa para demorar 1h30 para cada lado. Mas a menina portava-se bem e o prémio de consolação era um gelado na Pastelaria Suiça.

 

Durante a adolescência recusava-me a andar com os ditos na rua.

 

Só os usava na escola dentro da sala e nem era sempre. Curiosamente reduzi drasticamente a graduação nessa altura, mas teve apenas a ver com a mudança de idade.

 

A consulta anual de oftalmologia era sempre difícil, como se aguardasse por uma sentença anunciada.

 

A compra de nova armação um horror… Eu não via o que estava a comprar.

Ou melhor, não via como me ficavam até que viesses prontos, com as novas lentes.

 

Ir á praia, abrir um forno quente, andar á chuva… Raiva, Raiva, Raiva.

 

O medo constante de os perder ou parti-los… (implicava no mínimo 1 semana de espera porque as lentes são encomendadas).

 

Uma vez, num concerto de Xutos no Seixal um anormal que “andava ao biqueiro” caiu em cima de mim e atirou-me os óculos ao chão.

 

Assim que os encontrei e os pus na cara virei Hulk.

 

Levantei o fulaninho do chão, pelo pescoço… E acreditem que era bem maior que eu.

 

A partir daí o receio de espaços com muita gente, sítios escuros que pudessem ter degraus, tudo trazia novos medos.

 

Tentei usar lentes de contacto mas não me adaptei. Eram semi-rigidas, não tinha lágrima suficiente e basicamente era como ter unhas espetadas no’jólhos.

 

Quando aqui no blog faço um post da "Saga de pessoa bonita mas vesga" acreditem... é realmente uma saga.

 

Nas consultas sempre a mesma pergunta: “E não é possível fazer operação”?

 

Sempre a mesma resposta: “Não compensa o risco. Não vais reduzir assim tanto a graduação”

 

Até que chegou o dia 28/09/2017!

(continua)

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Hoje abro o Google e descubro que o "perfurador de papel", vulgo furador, faz 131 anos!

 

131st-anniversary-of-the-hole-puncher-576355174134

 Assim, e porque não quero deixar passar a data em branco:

 

Muitos Parabéns querido Furador!

 

fura.jpg

PS - Qualquer suspeita de que padeço de lunatismo, é pura verdade!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terminou ontem o campeonato mundial de MotoGP em Valência, Espanha.

 

Em Moto3 e Moto2 os campeões já estavam encontrados mas na classe rainha a coisa ainda não estava decidida.

 

Quer dizer, matematicamente seria possível a luta pelo campeonato entre 2 pilotos - Marc Marquez e Andrea Dovizioso - mas era preciso uma grande conspiração por parte do Universo para que não fosse o Marc a ganhar.

 

Com 21 pontos de vantagem, estava bem lançado e foi mesmo o que acabou por acontecer.

 

O parvalhão do Vale ficou em 5º, porque caíram uns quantos à frente dele, caso contrário tinha ficado sabe-se lá onde.

 

Agora...

 

O nosso Miguel subiu pela 3ª vez consecutiva ao lugar mais alto do pódio!

Pela 3ª vez ouvimos a Portuguesa.

 

E era mesmo agora que o campeonato devia estar a começar...

 

Espero que este final de época do Miguel seja promonitório da próxima época

 

mo.jpg

 

 

PS - Odeio esta altura do ano em que vou estar 4 meses á espera do recomeço da novela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Despedi-me de vocês no último post sem saber quanto tempo iria passar até vir aqui novamente.

 

Na realidade, apesar de me ter obrigado a não pensar nisso, havia um minimozinho de hipótese de que tal não voltasse a acontecer.

 

Mas aqui estou eu, aos 40 anos, a fazer algo pela primeira vez...

 

e a partilhar convosco, minhas deliciosas criaturas que me lêem sem a tal ser obrigadas!

 

Este é o 1º post que escrevo sem óculos!!!

 

Aliás, á parte de 2 mails e algumas mensagens, esta é das 1ªs vezes em toda a minha vida, que escrevo o que quer que seja sem 2 fundos de garrafa na cara!

 

Na passada 6ª feira injectaram-me 2 lentezinhas milagrosas no'jólhos e aqui estou eu!

 

Muito mais leve. 

 

E a vida é bela!

 

PS- Hei-de partilhar toda a aventura mas para já, e até porque ainda preciso de treinar a visão ao perto, queria apenas dar-vos a boa noticia.

 

Obrigada por todas as mensagens fofinhas que me deixaram, sem fazerem ideia que ia embarcar na maior loucura da minha vida.

 

1000 beijos da chiquérrima-e-não-mais-vitima-de-bulling-óculista

 

jolhos.jpg

(fonte da imagem - a visionária) 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caros compinchas!

Antes de mais quero ressalvar o facto de nunca ter escrito compinchas num post... Acho eu.

 

Por motivos de força maior vou estar ausente por tempo indeterminado.

 

Não podendo ainda explicar o motivo, não vou poder ler-vos nem comentar os vossos posts durante algum tempo, mas não ficam esquecidos.

 

Logo, logo estarei de volta e se tudo correr bem, voltarei assim:

 

 

hap.jpg

(imagem da net) 

 

 

Beijos e até já!

Autoria e outros dados (tags, etc)

31
Out17

Foi assim que o Oh Por Favor deu o 1º passo a 29/10/2016...

 

Numa altura em que queria fazer qualquer coisa, mas não sabia bem o quê, surgiu uma conversa de hora de almoço com algumas amigas e colegas de trabalho.

 

Não tenho jeito nenhum para as artes;

Ginásio nem pensar - A preguiça não mo permite;

Adorava fazer dobragens de animação, mas nem sei onde me deslocar para fazer um teste ou algo do género.

Escrever (a sério) está fora de questão, preciso de um escape e não uma preocupação/depressão/obrigação....

 

E um blog parvo?...

 

Nesse dia fui para casa e desatei a despejar parvoíce. Esse seria o tema!

Nada de temas passiveis de me deixarem ainda mais stressada. Nada de artigos de opinião porque:

 

1º Quem sou eu?...

2º Não queria um campo de batalha...

 

O Oh Por Favor nasceu para mim e para 3 ou 4 pessoas que ajudaram a impulsionar a coisa.

 

Estava longe de acreditar que dias depois surgiam os 1ºs subscritores... Pessoas que me liam por escolha própria e não por terem sido subornados por esta tão dócil pessoa...

 

E cria-se um bichinho que nos faz não querer largar o SAPO, e cria-se uma espécie de laço com algumas pessoas.

 

Não me lembro da última coisa que comecei e que mantive durante tanto tempo, mas sei que os 8600 comentários, as 906 reacções, as 12500 visitas, as 48600 visualizações em tudo contribuíram para este cantinho que tanto adoro.

 

A Chic'Ana, a Mula, a Mãe dos PP's, a C.S e o PA com os seus convites para participar em Blogs Alheios;

 

O meu Papagaio Giló, HD e a Hipster e o Moralezque me matam de vergonha sempre que os leio no meio da rua.

 

Os meus sábios Sónia Pereira, Robinson Kanes, Gaffe,  Psicogata e João Ratão.

 

A música da Sofia e os mimos da Desconhecida, da Miss Queer ,de uma das Osa's (qual delas), da mami e as Ladys!

 

A fantástica equipa SAPO com a sua infinita paciência para perguntas loiras e que promove um trabalho Ispantoso nesta plataforma 

 

Todos os outros que subscrevo e não refiro aqui, desculpem, não gosto menos da vossa companhia... mas não fui ver a lista de subscritores e de cabeça, não chego lá 

 

OBRIGADA, MESMO!

Por todas as gargalhadas e tudo o que tenho vindo a aprender! Sois Magnânimos

 

parab.gif

(gif da net)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Penúltima prova do Campeonato.

Temperaturas de 30ºC e a humidade a rondar os 100%.

 

Um piloto pode perder até 3 Kg por prova (então é isto...)

 

Este circuito é provavelmente dos mais desgastantes de toda a temporada e este desgaste estava bem reflectido no discurso do nosso MIG, ontem, quando mais uma vez foi entrevistado no parque fechado, por ter ganho mais uma corrida!!

 

Brutal, Parabéns Miguel. O 3º lugar no campeonato é teu!

 

(vídeo Youtube)

 

O Campeão de Moto2 também já está decidido, apesar de ainda faltar a prova de Valência dentro de 15 dias. Franco Morbidelli beneficiou da ausência do Suíço (parvo), Luthi, que se esbardalhou no sábado! (é assim mesmo)

 

Em MOTOGP p meu Vale fez um decepcionante 7º lugar.

O Campeonato só será decidido na última prova!.

 

Juro que me apetecia ir buscar o Puto ao aeroporto!!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

ff.png

 

Hoje só cá vim para vos dar a conhecer um blog que adoro!

 

 Sou fã do A Torto e a Direito e do João Ratão!

 

Com bastante humor cáustico e requintes de malvadez (mentira, só requinte) o João vai dando o ar da sua graça com temas sempre atuais.

 

Confesso que gosto particularmente quando, a dada altura de um texto, o João faz com que nos percamos no meio de um qualquer devaneio só para voltar ao ataque ainda com mais força!

 

Não vou dizer mais nada.

Espreitem, espero que gostem!

 

(imagem tirada da net) 

Autoria e outros dados (tags, etc)

(continuação dos posts inicio e dia D)

 

Chegadas a casa, enviei mensagem á familia e amigos a dizer que tudo estava bem.

 

Como a pequena vinha com uma proteção nos olhos, cheios de fita adesiva, nada melhor do que tirar uma foto e colocar a legenda “Mascarilha”!

 

Ela não via, não me ia bater.

 

No dia seguinte nova foto, desta feita, a Mãe Maria com uns fantásticos óculos de sol (gentilmente cedidos pela minha T)…

 

Agora a legenda era “Obrigado, obrigado”.. A minha Amália começava um processo de recuperação fantástico.

 

Muitos mimos, visitas inesperadas e gotas.

 

A cada 3 horas, 3 gotas diferentes em cada olho.

 

A raiva ás gotas já era tanta que a dada altura a Mãe pergunta-me pelos 3 porquinhos e soube logo do que falava.

3pigs.jpg

(3 porquinhos)

 

Tudo aquilo que não devia ter feito fez.

 

Dei com ela a apanhar coisas do chão (não se devia baixar):

“eu não baixei a cabeça, fleti os joelhos”

 

Ao fogão (não podia estar perto de fontes de calor):

“Mãe…”

“Que é? Estou longe do lume” – com uma panela de água a ferver.

 

Com um frasco de lixivia aberto (nem preciso explicar):

“Usei só um bocadinho”.

 

A pegar em pesos:

“Não resisti…” Enquanto pegava na bisneta ao colo.

 

Foi á consulta passados 6 dias e “teve alta”, almoçámos fora e entretanto fui deixá-la a casa porque ia ter com uns amigos.

Como ia estar fora até tarde, voltei atrás para ir buscar um casaco (nem 10 minutos tinham passado) e já estava ela com um alguidar de roupa á cintura…

 

Cheia de saudades das lides domésticas…

 

No dia seguinte á operação (6ª feira) queixava-se que via tudo azul e nesse mesmo dia o médico explicou que era um excelente sinal.

 

O Azul é a 1ª cor que chega até nós.

 

No domingo, enquanto víamos um episódio dos Simpsons (que ela adora) dizia:

“mexeste na tv? Os desenhos estão tão amarelos…”

 

Aí percebi o quão necessária tinha sido a operação.

 

E agora é isto:

 

A caixa de comprimidos que afinal não é castanha mas sim lilás,

 

O carro da minha irmã que não é beige mas sim cinzento…

 

O botão da cafeteira elétrica que é verde e não amarelo…

 

e toda uma vida colorida que estava esquecida!

 

cor.jpg

(gif tirado da net)

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Out17

Vai, eu deixo-te ir.

 

Desde sempre que quis que te libertasses de mim, mas insististe.

 

Vai, a sério. Procura alguém que te mereça. Eu não sou esse alguém.*

 

Não acredito em pertenças. Não me pertences, eu não te pertenço.

 

Que ninguém se julgue dono de um outro.

 

Vai, a sério… Eu liberto-te.

 

Já não te suporto mais.

 

Baza daqui rinite! A sério... Olha p'rái tanto nariz merecedor!

Não me faças recorrer ao halibut. É que já tenho o nariz quase assado…

 

atchim.gif

(créditos na imagem) 

 

*pronto, até posso merecer, mas não ficava bem no ”texto”

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D